Início Artigos sobre Francês Viver e Trabalhar no Canadá

Viver e Trabalhar no Canadá

693
0

Que tal deixar um pouquinho essa nossa terra em transe e dar uma voltinha pelo Canadá?

Aliás, quando você ouve a palavra Canadá o que vem a sua cabeça? Nada?!?!?!?!?!

Brincadeiras a parte, vocês já ouviram falar que uma das teorias para a origem do nome deste nosso vizinho próspero e gélido, são os relatos de marinheiros espanhóis que, não encontrando ouro ou prata na região teriam marcado no mapa “Aca nada!”…

Quando penso na palavra Canadá aparece na hora na minha cabeça a primeira cena do filme “O Último Rei da Escócia”, quando o protagonista, um jovem médico inglês em busca de aventuras, resolve escolher ao acaso um país para sua viagem de fim de estudos: ele agarra um pequeno globo terrestre, fecha os olhos e faz ele girar. O seu dedo se aproxima do globo, a câmera dá um close, o globo pára, os olhos se abrem: Canadá! Decepcionado, o jovem médico fecha novamente os olhos e roda o globo mais uma vez…

O Canadá é mesmo um país tão quietinho que às vezes esquecemos que ele existe… Porém, o crescente número de brasileiros que lá vivem parece mostrar que o país está longe de ser um país frio e sem graça. Hoje em dia são mais de 15.000 brasileiros vivendo e trabalhando em um país moderno e dinâmico, de natureza belíssima, economia próspera e com duas línguas oficiais: o inglês e o francês!

O Canadá é o segundo país mais extenso no planeta, ou seja, lá tem espaço pra todo mundo. Porém, se decidir morar por lá você ficará provavelmente em torno dos grandes lagos, nas províncias de Ontário e Quebec, onde estão as maiores cidades canadenses: Toronto, Montreal, Quebec e Ottawa.

E se além de trabalhar o seu interesse é falar francês, você estará no lugar certo!  A província do Quebec, onde se encontram as cidades de Quebec e Montreal, chega a ter 80% da população falando um francês com um sotaque belíssimo, que dizem ser muito próxima do idioma falado na corte do século dezessete. (veja vídeo no fim do artigo) O Quebec, aliás, já tentou ao menos três vezes se tornar uma região independente desde que o Canadá se livrou das mãos dos ingleses. Dá para ter uma ideia da força da identidade “quebecoise” (aqueles que falam o francês do Quebec).

Para aqueles que desejam trabalhar, o Quebec também é uma das províncias que mais contrata brasileiros e oferece vagas de emprego para profissionais qualificados nas áreas de administração de empresas, contabilidade, engenharia civil, enfermagem, engenharia da computação e tecnologia da informação. A província tem um programa chamado “Missões de Recrutamento” que  no link abaixo vocês podem obter informações detalhadas deste programa:

https://www.quebecentete.com/pt/

O governo canadense também oferece um programa chamado “Express Entry”. Trata-se de um cadastro em um banco de dados do Ministério da Imigração Canadense. Ali o candidato preenche um formulário com dados pessoais e formações profissionais e acadêmicas. Este cadastro fica no banco de dados por um ano enquanto o candidato espera um convite do ministério. O processo seletivo costuma acontecer entre os meses de julho e setembro.

Mais informações sobre este programa podem ser encontradas aqui:

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/immigrate-canada/express-entry.html

Ter a vivência de uma língua estrangeira no próprio país onde essa língua é falada é uma das experiências mais incríveis que se pode ter. Mas para isso é necessário bastante planejamento, persistência e uma boa base da língua nativa. Então o que acha de, antes de nos despedirmos, dar uma olhadinha neste pequeno vídeo que conta a origem do francês canadense, o quebecois, em québécois ?! O sotaque não é água com açúcar para aqueles que estão acostumados com o francês europeu mas aí é só seguir a transcrição e a tradução que fizemos para vocês logo abaixo:

Bon voyage!

Transcrição do Vídeo

Au Québec on ne discute pas on jase, pis ça, ben, ça fait toute la différence. Il reste pas moins qu’on parle français. Si tu viens de France ou d’ailleurs tu risque d’avoir du mal à tout comprendre  au début. Mais c’est que jaser comme du monde d’icite, c’est un osti de grosse job. Pis crois moi c’est pas parce que tu as inventé l’eau chaude que tu vas tout catché en deux minutes. Mais écoute moi bien pis tu vas tout comprendre.Tout d’abord d’où vient ce fameux accent québécois? Hé bien il faut remonter en 1534 pour en trouver l’origine quand le navigateur Jacques Cartier découvre le Québec. Pis ensuite Champlain poursuit l’exploration du Québec qui à l’époque s’appelait la Nouvelle France. Fait que, le Québec, ben, c’est une colonie française pis les colons aboutissent par bateau depuis la France. Fait que les habitants du Québec parle exactement le même français qu’à Paris, parce qu’ils viennent de France. C’est d’ailleurs un vieux français où l’on ne prononçait pas toutes les syllabes des mots. En 1763, après avoir perdu la bataille de plaines d’Abraham de 1759, l’empire français cède ses terres à l’empire britannique et n’y a plus d’échange entre le Québec et la France. Donc les deux manières de parler se sont différenciées et ont évoluées de manière indépendantes. Mais contrairement à ce que l’on pourrait croire, il semblerait que ce soit le parisiens qui changent leur manière de parler décidant soudainement de prononcer toutes les syllabes, toutes les lettres, toutes les mots comme il faut. C’est quand même une drôle d’idée, c’est pas mal moins drôle. Bref première leçon le québécois ce n’est pas un français déformé mais plutôt un français historique proche de celui qui était parlé dans le cour avant le 17ème siècle. Donc au Québec on parle français un point et c’est tout.

Tradução

No Quebec a gente não conversa a gente conversa (em francês canadense) e isso faz toda a diferença. Isso não quer dizer que não falamos francês. Se você é francês ou de algum outro lugar você corre o risco de não entender tudo no começo. Mas é que falar com a gente daqui é um trabalho duro. Mas olha só, não é porque você inventou à água quente que você vai sacar tudo me dois minutos. Mas me escute bem que você vai entender. Primeiro de onde vem esse famoso sotaque do quebec? Bom, temos que voltar para 1534 quando o navegador Jacques Cartier descobre o Quebec. Em seguida Champlain prossegue a exploração da então chamada Nova França. O fato é que o Quebec é uma colônia francesa, então os colonos chegavam de barco vindos da França. E os habitantes falavam a mesma língua que em Paris pois eles vinham da França. Era aliás um francês antigo onde não era pronunciada todas as sílabas das palavras. Em 1763, depois da derrota da batalha dos Campos de Abraham em 1759, o império francês cedeu suas terras ao império britânico e a partir daí não tem mais trocas entre o  Quebec e a França. Assim as duas maneiras de falar se diferenciam e evoluem de maneira independente. Mas ao contrário do que podíamos imaginar são os parisienses que mudam sua maneira de falar e passam a pronunciar repentinamente todas as letras, sílabas e palavras. É mesmo uma ideia bizarra e um jeito bizarro de falar. Enfim, primeira lição, o quebecois não é um francês deformado mas um francês histórico próximo daquele que era falado na corte antes do século dezessete. Então no Quebec falamos francês e ponto.

Receba o "Resumo Semanal"

Quer receber o "Resumo dos Ateliers Semanais" todos os domingos no seu e-mail com todos os materiais e conteúdos da semana?

Fique tranquil@, eu NUNCA enviarei e-mails não solicitados (spam). Powered by ConvertKit

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here